terça-feira, 24 de junho de 2008

Os Orfãos do mal

Alemanha, 1995: no mesmo dia, quatro homens aparecem nus, com a mão direita cortada e uma ampola de cianeto partida na boca. Todos nasceram em Lebensborn, a mais secreta organização nazi, onde a raça Ariana era apurada com pais e mães seleccionados apenas para esse fim pelas SS . As autoridades alemãs abafam todo o caso..

Paris, 2005: Anaïs, uma jovem jornalista é contratada por um estranho sujeito, Vidkun Venner, um rico coleccionador norueguês. Ele recebeu anonimamente uma encomenda contendo 4 mãos direitas mumificadas e ele quer que Anaïs o ajude a descobrir de onde veio e porque razão lhe enviaram tão macabra encomenda. Apesar de Anaïs não apreciar ter o mínimo interesse pela 2ª guerra ou nazismo, o dinheiro convence-a. Depressa a tensão aumenta em torno do que vão descobrindo e a investigação torna-se inconveniente para alguns..e pessoas e documentos começam a desaparecer. Será que tudo terminou no fim da guerra? Uma terrível historia que vai revelar mais do que Anaïs e Vidkum estavam interessados em saber.



Este é o mundo do primeiro livro traduzido para a língua de Camões do autor francês Nicolas d'Estienne d'Orves , um jornalista de 33 anos, que trabalha actualmente como cronista para Figaro magazine, Jasmin, Spectacle du Monde, Classica e France Musique.

Com uma escrita muito leve e acessível, sem intenções de dar uma aula sobre história nazi, Nicolas prende-nos ao livro desde a primeira página, levando-nos de arrasto para uma viagem alucinante ao submundo do nazismo pós segunda guerra.

O livro já se encontra nas livrarias portuguesas numa edição da Bertrand Editora.

3 comentários:

anaaaatchim! disse...

Ouvi hoje "falar" dele pela primeira vez... Passou directo para o 1º lugar da minha wishlist... é para comprar em breve!

Francisco Lourenço disse...

Ainda vais a tempo :)
Tenho a certeza que não te vais arrepender!

Anónimo disse...

calparum óptimo livro sem dúvida!